Wagner Moura ganha em Berlim somente o beijo de Jean Wyllys

Wagner Moura ganha em Berlim somente o beijo de Jean Wyllys

O ator Wagner Moura, debutando como diretor com o filme “Marighella”, já tem o seu primeiro fracasso com a produção. Ou, pelo menos, sua primeira decepção.

Moura saiu de Berlim com as mãos abanando e o filme foi alvo de protestos.

A rigor, a produção "Marighella" foi exibida em caráter hors concours - assim saiu da Berlinale sem prêmios oficiais.

De todo modo, o que se antevê é um fracasso nas bilheterias brasileiras.

A farsa montada por Wagner Moura, tentando transformar o guerrilheiro Carlos Marighella em herói, não está sendo bem vista no país.

Em Berlim, Moura teve que se consolar com tão somente o "selinho" do ex-deputado Jean Wyllys.


Comentários