Trump: Futuro não pertence aos globalistas, mas aos patriotas

Trump: Futuro não pertence aos globalistas, mas aos patriotas

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manteve seu tradicional discurso nacionalista, condizente com a sua agenda conservadora, nesta terça-feira (24), durante a Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), em Nova York.

O chefe da Casa Branca foi enfático ao defender que o plano de poder por trás da agenda globalista não triunfará:

“O futuro não pertence aos globalistas. O futuro pertence aos patriotas. O futuro pertence a nações soberanas e independentes, que protegem seus cidadãos, respeitam seus vizinhos e honram as diferenças que tornam cada país especial e único.”

Assim como no discurso de seu antecessor, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, o socialismo e o comunismo também foram alvo de críticas de Trump.

O presidente norte-americano disse que os Estados Unidos “nunca serão socialistas”, e acrescentou:

“A Venezuela nos lembra que socialismo não se trata justiça, de igualdade, de ajudar os pobres e certamente não se trata do bem da nação. O socialismo representa apenas umas coisa: poder para a classe governante.”


Comentários