Parecer de Procurador da República desmente Folha de São Paulo sobre patrimônio de Bolsonaro.

Parecer de Procurador da República desmente Folha de São Paulo sobre patrimônio de Bolsonaro.

A Folha publicou uma matéria intitulada “Patrimônio de Jair Bolsonaro e filhos se multiplica na política”.


O primeiro parágrafo registra o seguinte:


“O deputado e presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e seus três filhos que exercem mandato são donos de 13 imóveis com preço de mercado de pelo menos R$ 15 milhões, a maioria em pontos altamente valorizados do Rio de Janeiro, como Copacabana, Barra da Tijuca e Urca.”


Levantamento feito pelo jornal em cartórios identificou que os principais apartamentos e casas, comprados nos últimos dez anos, registram preço de aquisição bem abaixo da avaliação da Prefeitura do Rio à época.


Gustavo Bebianno, advogado e assessor de Jair, falou a O Antagonista sobre a matéria:


“O Jair diz que a defesa dele é o próprio parecer do Janot. Mas que não adianta, a Folha tem essa postura. Como individualmente, não há nada contra eles, o jornal os trata como ‘Os Bolsonaros’: junta o patrimônio de quatro pessoas para fazer um bolo só e tentar fazer parecer aos olhos do leitor que se trata de um patrimônio enorme. É ridículo.”


Em seguida, o próprio Jair lamentou que a Folha passe a impressão de que os imóveis eram extraordinários no momento da compra em razão exclusivamente dos bairros onde se encontram.


Lembrou o caso em que, questionado se tinha um imóvel em Angra dos Reis, confirmou a informação ao repórter e pediu que fosse visitá-lo para verificar suas condições. Quando voltou, o repórter havia desistido de fazer a matéria e ainda brincou que o deputado a usaria a seu favor.


Veja abaixo, a imagem do ofício de Janot, enviada por Bolsonaro.



Comentários