Odilon caiu para 3º, Azambuja e Puccinelli estão tecnicamente empatados segundo pesquisa.

Odilon caiu para 3º, Azambuja e Puccinelli estão tecnicamente empatados segundo pesquisa.

Segundo os números da Ranking Comunicação e Pesquisa, na consulta espontânea o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), que desde o ano passado vinha liderando todas as amostragens, caiu do primeiro para o terceiro lugar, ultrapassado por André Puccinelli (MDB) e Reinaldo Azambuja (PSDB), que disputam a ponta com índices de empate técnico.

A Ranking Comunicação e Pesquisa consultou 1.200 eleitores (as) a partir dos 16 anos de idade (52,10% do sexo feminino e 47,9% do sexo masculino) em 30 municípios no período de 14 a 19 deste mês (julho 2018). Os registros na Justiça Eleitoral são: MS-05306/2018 e BR-02443/2018. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro estimada é de 2,8 pontos percentuais para mais ou para menos.

Com 15,25% das intenções de voto, o ex-governador emedebista tem uma preferência menor que dois pontos sobre o tucano, que foi citado por 13,50%, enquanto o pedetista aparece com 11,17%. O quarto colocado é o ex-deputado Coronel David (PSL), com 1,33%. O ex-prefeito petista Humberto Amaducci está com 0,42% e o advogado João Alfredo (PSOL) 0,25%. É de 58,08% o total de eleitores que não sabem ou não responderam a este quesito da entrevista.


Na consulta estimulada, Puccinelli (27,17%) e Azambuja (26,08%) encontram-se ainda mais emparelhados, mas com um diferencial: não se descolam de Odilon, que com 24,58% demonstra fôlego para brigar pelo retorno à liderança. Coronel Davi (2,50%), Amaducci (0,83%) e João Alfredo (0,75%). Os que não sabem ou não responderam somam 18,09%.


REJEIÇÃO – Novo líder nas intenções de voto, Puccinelli continua como pré-candidato com a maior rejeição: 23,83%, seguido por Azambuja (17,50%). O terceiro é Odilon, com uma taxa de 7,75%. Foram citados com índices menores Coronel David (5,67%), Humberto Amaducci (3,25%) e João Alfredo (3,17%). O grupo dos que não sabem ou não responderam a esse item da pesquisa abriga 38,83% do eleitorado.


A amostragem tem como responsável técnico o estatístico Augusto da Silva Rocha (Conre 3ª região n° 7655). O levantamento foi feito nos seguintes municípios; Campo Grande, Sidrolândia, Maracaju, Itaporã, Dourados, Ponta Porã, Amambai, Caarapó, Naviraí, Ivinhema, Nova Andradina, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante, Corumbá, Ladário, Miranda, Aquidauana, Anastácio, Terenos, São Gabriel do Oeste, Rio Verde, Coxim, Camapuã, Chapadão do Sul, Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Três Lagoas, Água Clara e Ribas do Rio Pardo.

Fonte: Ranking pesquiisa


Comentários