Militantes do PT farão greve de fome pela liberdade do Presidiário Lula.

Militantes do PT farão greve de fome pela liberdade do Presidiário Lula.

Um grupo de 11 militantes dos autodenominados movimentos sociais darão início a greve de fome em apelo à libertação do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.


O processo será deflagrado este mês, conforme informam o site de tendência política de esquerda Brasil 247 e a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo. Não está descartada a possibilidade de o próprio Lula também aderir à greve de fome.


A greve de fome faz parte de uma série de movimentos que o PT vai promover para tentar reverter a prisão de Lula. O partido quer entregar um abaixo-assinado a tribunais superiores em 15 de agosto, quando haverá ato para o registro da candidatura do petista.


Segundo a Folha de S. Paulo, os militantes que estarão à frente da greve de fome são da Via Campesina, organização formada por 15 entidades, entre elas o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST.


Lula está preso na carceragem da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril após ter tido a pena de 12 anos por corrupção e lavagem de dinheiro confirmada pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).


O ex-presidente foi condenado pelo juiz Sergio Moro no caso do tríplex de Guarujá (SP). Segundo a acusação do MPF (Ministério Público Federal) o apartamento foi reformado e teria sido reservado para Lula pela OAS, como forma de pagamento de propina pela empreiteira.



Comentários