Filho de Peixe, Peixinho é: Renans sinalizam ‘apoio total’ a Haddad, após esconder o petista na hora do voto.

Filho de Peixe, Peixinho é: Renans sinalizam ‘apoio total’ a Haddad, após esconder o petista na hora do voto.

Até a tarde desta terça-feira (9), aliados dos líderes do MDB em Alagoas ainda aguardavam uma sinalização do senador Renan Calheiros e do governador Renan Filho sobre a manutenção do apoio de suas bases à candidatura presidencial de Fernando Haddad (PT). Mas o governador reeleito declarou nesta tarde que dará “apoio total” a Haddad em Alagoas, onde o petista venceu com dez pontos percentuais de votos válidos à frente de Jair Bolsonaro (PSL), que venceu 1º turno com 17 pontos de vantagem, no Brasil.


As dúvidas sobre o apoio dos Calheiros ao candidato do PT ocorreram principalmente depois de a dupla reeleita no último domingo (7) não ter explicitado o mesmo entusiasmo que teve quando Haddad prestigiou Renan e seu filho com uma visita ao estado no início do 1º turno. O ato rendeu ao petista uma enxurrada de críticas no resto do país, a ponto de o afilhado do ex-presidente Lula ter escondido a presença dos Renans ao seu lado, em foto postada sobre a agenda, nas redes sociais.


Estrategicamente, na reta final da campanha, o senador Renan e seu herdeiro político não exibiam materiais de campanha de Haddad nas suas agendas pelo interior. E, no domingo, foram votar sem adesivos ou qualquer sinalização de apoio ao presidenciável petista, em Maceió (AL).


Em seu local de votação, o senador Renan tocou no assunto porque foi perguntado pela imprensa sobre a polarização. Mas foi comedido na resposta em que sequer citou os nomes dos candidatos a presidente, segundo declaração reproduzida pelo site Sete Segundos: “Penso contrário a muitas coisas que ele [Bolsonaro] entende como certa, por isso apoio outro candidato [Haddad]”.



Comentários