Farofeiros de Pequim ameaçam chantagear Governo Bolsonaro.

Farofeiros de Pequim ameaçam chantagear Governo Bolsonaro.

Se não bastasse o erro geopolítico e estratégico crasso de fazer uma viagem à China a convite dos comunistas chineses para conhecer um sistema de controle social imposto por aquela ditadura contra seus habitantes, o grupo de parlamentares do PSL que embarcou nessa viagem dos insensatos decidiu partir para a ofensiva política da forma mais leviana e irresponsável possível.


Incapazes de reconhecer o erro político brutal que cometeram, os Farofeiros de Pequim(termo muito apropriado que foi cunhado pela analista política Claudia Wild nessa publicação aqui), decidiram não apenas insultar o professor Olavo de Carvalho, como também e inacreditavelmente resolveram chantagear o Governo Bolsonaro e o próprio País.


Uma chantagem que não difere em nada daquela que poderia ser feita por qualquer esquerdista opositor ao governo.


A chantagem ficou explicitada na fala de um dos integrantes do grupo, que insinuou que os onze farofeiros eleitos poderiam criar dificuldades para a votação da Reforma da Previdência por conta das críticas que eles estão recebendo.


Trata-se de um comportamento leviano, desleal e irresponsável por parte de um grupo de neófitos na política que somente se elegeram graças à força política e eleitoral de Jair Bolsonaro.


Diante da gravidade dessa chantagem, a Direção Nacional do PSL tem agora a obrigação de tomar uma atitude conforme previsto no estatuto do partido.


Os neófitos farofeiros chantagistas precisam lembrar que eles são filiados ao partido do Presidente da República, que foi eleito (e possibilitou a eleição desses novatos) com base em um programa de governo que será e já vem sendo implementado.


Eles precisam lembrar também que o Programa de Governo de Jair Bolsonaro que foi consagrado nas urnas pela maioria dos eleitores não está sujeito à barganha e muito menos à chantagem por parte de analfabetos em geopolítica deslumbrados e encantados com o canto de sereia dos comunistas chineses.


Um canto que vem sempre acompanhado de benesses e todo tipo de sedução, como sempre fizeram os comunistas ao longo da história para defender seus interesses junto aos mais incautos.


Comentários