Bomba: PM do Maranhão é subserviente a Governador Comunista amigo do Lula.

Bomba: PM do Maranhão é subserviente a Governador Comunista amigo do Lula.

A Segurança Pública do Maranhão, do governo de Flávio Dino (PCdoB), emitiu um documento em que ordena aos batalhões militares o monitoramento de opositores políticos durante as eleições de 2018, na qual Dino concorre à reeleição.


A transformação da PM do Maranhão em polícia política faz lembrar que o governador é filiado ao PCdoB, de inspiração stalinista. Seu ídolo é o ditador Josph Stalin, que promoveu na então União Soviética o maior e mais cruel processo de perseguição a adversários, utilizando a polícia política em prisões arbitrárias, torturas, desaparecimento e assassinatos em massa. Historiadores chegam a estimar em 20 milhões o número de pessoas mortas naquele período. 




O documento da Segurança Pública do Maranhão determina ainda a identificação “lideranças que fazem oposição ao governo local (ex-prefeito, ex-deputado, ex-vereador) ou ao governo do Estado, em cada cidade, que podem causar embaraços no pleito eleitoral” e a transferência de policiais envolvidos na política, “a fim de evitarem transtornos no período eleitoral”.




Fonte: DP


Comentários