Bolsonaro conta que na reunião com Maia e líderes só ‘dois ou três’ pediram cargos.

Bolsonaro conta que na reunião com Maia e líderes só ‘dois ou três’ pediram cargos.

O presidente Jair Bolsonaro ficou muito aliviado ao final da reunião com  mais de vinte líderes partidários, quarta (27), no Palácio Alvorada: quase todos estavam interessados apenas em discutir cada um dos pontos mais polêmicos da reforma da Previdência. Quase todos. “Somente dois ou três pediram cargos”, disse o presidente a um grupo de jornalistas no dia seguinte, durante encontro no Palácio do Planalto. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.



Os “dois ou três” pediram cargos falando baixinho, e o presidente não lhes deu papo. Em voz alta, não ousaram, segundo outros líderes.


No início da reunião, Onyx Lorenzoni (Casa Civil) explicou os critérios técnicos para preencher cargos. Depois não se falou mais nisso.


Quando se lembra dos “dois ou três” pedidos de cargos, o presidente fecha a expressão, entre surpreso e irritado com a insistência.


Bolsonaro prefere registrar que “quase todos” os líderes pareceram sintonizados com a necessidade de enterrar o “toma lá, dá cá”.


Comentários