Advogado do partido comunista do Brasil é genro de Ministro do STF

Advogado do partido comunista do Brasil é genro de Ministro do STF

Advogado do partido comunista do Brasil(PCdoB) que entrou com ação contra rito do Impeachment da Presidente Dilma do pt é genro de Marco Aurélio Mello, Ministro do supremo tribunal federal.


Para completar a destruição institucional produzida pela decisão do Supremo em relação ao rito do Impeachment, surgiu mais um denúncia pelo Revoltados On-line. O advogado do PCdoB responsável pelo pedido de revisão do rito, Cláudio Pereira de Souza Neto, seria marido de Letícia Mello, a filha de Marco Aurélio Mello. 


Para quem não sabe, Letícia Mello teve uma carreira meteórica sendo a mais jovem desembargadora brasileira. Dilma Rousseff deu o cargo a filha do Ministro em 2013. Só isso já demonstra como anda o Brasil.


Mas agora a denúncia é ainda mais grave. Pois Marco Aurélio não poderia participar do julgamento cujo advogado da causa é o seu genro!


Podemos encontrar mais uma evidência da relação entre Letícia Mello e Cláudio Pereira de Souza Neto numa carta de recomendação assinada pelo desembargador Aluísio Gonçalves de Castro Mendes, em que ele não explicita, mas sugere que os dois sejam casados. Em anexo print de um trecho da carta. 


Querem mais?


Esse mesmo advogado da ação do PCdoB trabalhou no escritório do Ministro Barroso. Lembrem que o Ministro Barroso é o pai intelectual da tese de proibição de financiamento privado de campanha, além de ter defendido o terrorista Cesare Battisti em sua fuga ilegal para o Brasil.


Não é de se estranhar que a decisão do tribunal seja uma afronta ao Estado de Direito.


O próprio relator que aceitou a denúncia em primeiro lugar foi cabo eleitoral de Dilma Rousseff. O advogado do PCdoB trabalhou no escritório de Barroso. Marco Aurélio Mello e Luiz Fux foram agraciados por Dilma com cadeiras de desembargadoras para as suas filhas. Lewandowski é amigo pessoal da família Lula e sua indicação ao Supremo foi feita por empresários ligados a Bumlai, o amigo de Lula preso. Dias Toffoli era advogado pessoal de Lula e quadro petista, além de ter seu irmão implicado em crimes contra a administração pública.


O que esperar dessa turma? Exatamente transformar o Supremo no esgoto.


E tem gente que ainda defende a tese decisão judicial deve ser respeitada.


E quando a decisão é ilegal? Fazemos o que?                                                                            

Fonte: Revoltados on line


Comentários