Suspeita de matar idoso e deixar o corpo em freezer é presa na capital

Suspeita de matar idoso e deixar o corpo em freezer é presa na capital

A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira (04) nas Moreninhas, em Campo Grande, Thaís Errobidarte da Silva, de 19 anos, suspeita de ter assassinado Wanderley de Souza, de 72 anos. O idoso foi encontrado morto, no último domingo (1º) dentro do dentro do freezer da residência onde morava em Cipolândia, distrito de Aquidauana, a cerca de 135 quilômetros de Campo Grande.



A jovem foi encontrada na conveniência de familiares no bairro e já está a caminho do município. A prisão contou com a atuação de agentes da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) com o apoio da polícia do interior.


Desaparecimento e morte - Wanderley de Souza estava desaparecido desde abril, quando supostamente teria ido viajar. Seu corpo, no entanto, foi encontrado por um vizinho, que seria responsável por cuidar da casa do idoso no período em que ele estava fora. Para a polícia, o homem contou que a vítima não era vista há dois meses, quando viajou para “cuidar da saúde”. Neste domingo, ele foi até a casa do vizinho e ao abrir o freezer encontrou o corpo congelado.


O freezer foi lacrado e encaminhado pela Polícia Civil ao IML (Instituto Médico Legal) de Aquidauana, ainda no domingo (01), onde foi descongelado. Somente na segunda-feira foi submetido a laudo necroscópico, que detectou os ferimentos a facadas, segundo o site O Pantaneiro.



Comentários