Prefeito Marquinhos Trad entrega passarela e anuncia licitação no Jd Carioca.

Prefeito Marquinhos Trad entrega passarela e anuncia licitação no Jd Carioca.

Está previsto para janeiro o lançamento do edital da licitação destinada a contratação do projeto de uma ponte de 25 metros, em concreto, sobre o Córrego Imbirussu, ligação do Jardim Carioca com o prolongamento da Avenida 7, com o  polo empresarial Oeste, onde muitos moradores da região trabalham.


A contratação do projeto da ponte, que será construída em 2018 como parte da pavimentação e drenagem do Nova Campo Grande/Jardim Carioca, foi anunciada  na manhã desta sexta-feira (17) pelo prefeito Marquinho Trad, ao inaugurar uma  passarela metálica de 24 metros que era reivindicada  há uma década.


A passarela também reduz em 6 quilômetros o trajeto para quem usa motocicleta ou bicicleta para se deslocar até a UPA do Jardim Santa Mônica que é a unidade de pronto atendimento mais próxima do bairro. A  comunidade neste período se arriscou fazendo a travessia usando passarelas improvisadas, a última delas construídas em mutirão pelos próprios moradores.
“Diante das dificuldades financeiras enfrentadas pela Prefeitura, foi necessário o envolvimento de muita gente para concretizar esse ato. Aqui foi necessária a extensão da rede de energia, instalação da iluminação pública, além de executar o aterramento das cabeceiras. Para muitos pode parecer tão pouco, mas essa passarela representa muito para as famílias que vivem no entorno. Obra importante é aquela que cumpre seu objetivo e resolve os problemas da comunidade”, justificou o prefeito.


Na avaliação de dona Mirian Rolon, 60 anos, que mora há 26 no Jardim Carioca, a passarela metálica “garante tranquilidade e segurança” para aproximadamente 5 mil pessoas que moram na região e que pelo menos uma vez por semana fazem a travessia. Para demonstrar seu contentamento, ela fez questão de mandar confeccionar e levar uma faixa de agradecimento pela entrega da obra.


O presidente da Associação de Moradores do  Jardim Carioca, Jansen Junqueira, 60 anos, disse que embora seja uma obra de baixo investimento (custou menos de R$ 100 mil), desde 2007 – quando começaram a se instalar indústria no polo empresarial – essa passarela era cobrada pela comunidade. “A primeira passarela, neste mesmo local onde foi instalada a nova, foi arrastada pela enxurrada.  No início do ano  a comunidade se mobilizou, comprou material em alguns finais de semana e construiu uma passarela na continuidade da Avenida 7, que já não oferecia segurança para quem passava”.


Quem fez questão de esperar pela inauguração foi a dona Raquel Clementina, que há dois anos repete a mesma rotina: antes das 6 horas da manhã, leva de carro o marido, Paulo Cesar da Silva Olieira,  até às margens do córrego, para ele atravessar o Imbirussu e fazer uma caminhada de um quilômetro até a empresa onde trabalha.


A entrega da passarela também vai facilitar a vida de dona Maria Aparecida, uma das assentados no polo orgânico de produção na outra margem do Imbirussu. Ele aguarda ansiosa pela construção da ponte  porque  encurtará bastante o caminho até os supermercados do Jardim Carioca onde entrega parte dos legumes e verduras que produz na sua horta de 1 hectare.


O secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciências e  Tecnologias, Luiz Fernando Buainain disse que a passarela atende uma reivindicação dos empresários do Polo porque vai ajudar no deslocamento dos seus funcionários que poderão fazer o trajeto (de bicicleta ou motocicletas) em poucos minutos, principalmente aqueles que moram na região.


A passarela inaugurada hoje,  que custou R$ 97.982,48, tem um vão livre de 24 metros e 1,5 metro de largura. A Prefeitura, por meio da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Social, irá determinar rondas em horários alternados nas imediações, por meio das viaturas da Guarda Civil Municipal da Base Imbirussu.


Perda da ponte


Ano passado, a prefeitura perdeu R$ 1 milhão porque o perdeu prazo para execução desta ponte, projetada para 25 metros de extensão e 10,5 metros de largura (com espaço para ciclovia).  O recurso foi obtido junto à Sudeco no final de 2013 e o convênio assinado no ano seguinte.


O ato de inauguração da passarela metálica no Jardim Carioca contou com a presença do secretário Especial de Segurança e Defesa Social, Valério Azambuja; subsecretária de Políticas para a Mulher, Carla Stephanini; da vereadora Enfermeira Cida Amaral; além de empresários do polo empresarial Oeste e lideranças comunitárias da região.


DSC_0675


Comentários